Radar Cidadão agora será trinacional

Na última sexta-feira (26), reuniram-se em Cidade de Leste representantes de vários órgãos representativos da cidade para debater sobre a implantação do Radar Cidadão – aplicativo desenvolvido em Cascavel no Paraná – no combate a Dengue em 4 cidades próximas a fronteira do Brasil com o Paraguai, e também em Porto Iguaçu, cidade Argentina que faz fronteira com o Brasil.

No Paraguai estiveram presentes durante a reunião que aconteceu logo pela manhã no Hotel Megal, a representante da Prefeitura de Cidade de Leste, Magda Gomez, a Presidente da JCI Ciudad de Leste, Marta Léon, represante do PTI – Parque Tecnológico de Itaipu, Luis Carlos Ortiz, Presidente do CODELESTE – Conselho de Desenvolvimento de Cidade de Leste, Natalia Ramirez Chan e Fernando Hallberg, coordenador da Plataforma Radar Cidadão.

20160229071656 20160229073247 20160229073254

A Prefeitura de Cidade de Leste e o PTI, irão disponibilizar pessoas para verificar e filtrar as ocorrências nesses municípios, trabalho este que contará com a ajuda dos membros da JCI – Junior Chamber International de Cidade de Leste para gerenciar e acompanhar esta implantação.

Na Argentina, a reunião aconteceu logo em seguida, durante almoço em Porto Iguaçu com o Presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental de Porto Iguaçu, Jorge Fernando Florentin, que também é vice-presidente da Câmara de Comércio de Porto Iguaçu, e com Paula Andrea Fleitas, consultora de empresas e membro do Conselho de Desenvolvimento de Porto Iguaçu.

BzI8sgd8 20160229073644 IOjoCjT9

Nas próximas semanas o Radar Cidadão passará por algumas modificações, e quando acessado por estes países passará a se chamar “Radar Ciudadano”, porém a plataforma usada será a mesma.

A ideia é de que o Radar Cidadão possa se transformar em um catalisador para tornar possível a discussão conjunta de problemas comuns envolvendo os 3 países, e outros que queiram se juntar a Plataforma do Radar Cidadão.