Fiocruz detecta potencial de zika ser transmitido por saliva e urina

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) disse nesta sexta-feira (5), véspera do Carnaval, que detectou a presença de zika vírus com potencial de infecção por saliva e urina.

A evidência, baseada na análise de amostras de dois pacientes com sintomas compatíveis com a doença, sugere a necessidade de investigar a relevância destas vias alternativas de transmissão viral, de acordo com a entidade, vinculada ao Ministério da Saúde e referência no assunto.

POR Hanrrikson de Andrade

CLIQUE E LEIA MAIS…